slide

menu em imagem

Image Map

Use #colecionadoresdelivros no Instagram

[Resenha] Dexter, a mão esquerda de Deus #1 - Jeff Lindsay



Características

Autor: Jeff Lindsay
Editora: Planeta do Brasil
Número da Edição: 1
Ano da Edição: 2008
Número de Páginas: 272


Um bom-mau homem!
Queiram, primeiramente, perdoar-me pelo neologismo e, consequentemente, aceitarem-no como um habitual deslize meu.

Quando eu comecei a assistir à série de TV Dexter e segui fielmente até o fim, antes da mesma terminar, comprei a coleção (que agora já não está completa pelo lançamento de mais dois livros). E só agora resolvi ler e, consegui, de fato. Gostei tanto do livro quanto imaginei que gostaria: humor mórbido e suspense policial.

Dexter Morgan é um analista forense de padrões de sangue que trabalha para o Departamento de Polícia de Miami. Mas, na verdade, Dexter é muito mais que apenas isso. Ele é um psicopata. Mas, também, não apenas isso, ele é um psicopata que mata os caras maus. É uma espécie de herói, ou anti-herói, como prefiram. Para quem gosta do mistério, é bem envolvente, ainda que de forma leve, exceto para mim, que já sabia o que aconteceria. Embora ainda tenha me surpreendido com os detalhes diferenciais entre a série de TV e os livros.


O que mais me impressionava na série era a atuação de Dexter, como pessoa social, em contraste com seus pensamentos psicopatas, questionadores, os diálogos que ele mantinha com sua consciência e, também, com seu Passageiro das Trevas. Sempre achei que eles eram soltos de forma propositalmente inocente. Aí o que eu achei mais legal no livro é que ele é uma versão menos dramática deste detalhe que mais me chamou atenção.

Seguem alguns trechos engraçados e retóricos:


"Talvez ficar louco fosse uma solução mais agradável, afinal."
"Fiquei observando, encantado, como deve ser a vida quando se vai tão devagar (...)"
Pág. 88



“Todos nós não enlouquecemos quando dormimos? O que era o sono, afinal, senão o processo no qual jogamos nossa insanidade num buraco escuro do inconsciente e saímos do outro lado prontos para comer sucrilhos em vez dos filhos do vizinho?”
Pág. 218

O Dexter é ainda mais atormentado (desde o começo do livro) do que o Dexter das primeiras  temporadas da série, com fortes crises entre a psicopatia e a humanidade. Isso é muito bom de se ler, pois se na série de TV foi algo que de cara conquistou tantos fãs, quanto mais na leitura essa abordagem estar tão trabalhada. Debbie, irmã de Dexter, é mais inteligente, séria, intensa, xinga e fala menos, e, de certo modo, é menos vulgar que a personagem interpretada pelo programa de TV.

Foto da primeira temporada de Dexter 


Em outra postagem falaremos sobre a série dos livros e de TV. Provavelmente, os fãs da série e os fãs do estilo policial terão a iniciativa de compra-lo, caso contrário acredito que, se a maioria for como eu, somente através de indicações ou de resenhas críticas convincentes. Recomendo. Boa leitura!

 

10 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi, Alana!
    Eu tenho muita curiosidade de ver e ler Dexter, mas me falta tempo :(
    Beijos
    Balaio de Babados

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Então coloca na lista, não vai se arrepender.
      Tempo é um dos dilemas de todos os leitores :(
      Mas a gente sempre consegue!
      Beijos!

      Excluir
  3. Olá!
    Bom, eu sempre ouvi muito falar da série Dexter e me interesso pois acho fascinante qualquer coisa que se fixe BA mente humana de alguma forma.
    Dexter deve ser um personagem complexo e isso me chama a atenção.
    Adorei o comentário e a dica!
    Beijos!
    Lua.

    http://luahmelo.blogspot.com
    Insta:@blogpensamentoad

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Olá Lua!
      Ele é, sim, um personagem complexo.
      Coloca na lista!
      Muito obrigada!

      Beijos!

      Excluir
  4. Oi Alana, não tenho curiosidade com esses livros, eu também não vi a série e acho que não verei por hora.. E fale sobre a série também, adoro postagens assim!! Adoro séries!!

    Beijos Mila
    Daily of Books

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Mila!
      Amo essas divergências de gosto literário!
      Certamente farei uma postagem falando sobre a série!
      Muito obrigada pela dica e sinceridade!

      Beijos!

      Excluir
  5. Oi! Adoro esses gêneros, confesso!
    Eu nunca li os livros, mas acompanhei por um tempo a série que era boa até demais!
    Adorei o post
    Beijão
    http://www.a-toca.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lua!
      Eu gostei muito da série e não me decepcionei com o livro!
      Muito obrigada, flor!
      Beijos!

      Excluir

Obrigada pela visita!
Sua opinião é muito importante para nós!
Deixe aqui o link do seu blog que retribuirei a visita. Beijos ;*


Personalizado por: Renata Massa | Tecnologia do Blogger.
imagem-logo